Logs Estruturados

Então, meses sem escrever nada mas hoje estou aproveitando o domingo para escrever algumas coisas sobre o que tenho vivido no último ano. Olhando projeções para o próximo ano, vejo alguns pontos relevantes relacionados ao que posso contribuir com o dia-a-dia de vocês.

Você sabe o que são logs estruturados?

Logs estruturados, diferente dos logs de aplicação, comuns, contém uma série informações e metadados adicionais, usados para agrupamento e consulta. Logs estruturados devem conter informações relevantes ao negócio e ao desenvolvedor.

Um log comum de exceções, por exemplo, envia dados da exceção, como mensagem, stack trace, inner exceptions. Um log estruturado de exceções, poderia conter informações que diagnosticam o servidor no qual o log foi gerado, qual a operação estava sendo processada, qual o ID ou dados mais completos dos seus objetos de negócio durante a operação, além da comum severidade. E não para por aí, ainda seria possível informar qual o cliente da requisição, no caso de WebApps, qual o usuário logado, entre outras diversas informações de aplicação que poderiam ser passadas para o log, ajudando no troubleshooting e análise de problemas ou mesmo de fluxos de negócio.

Roadmap da Reestruturação do Oragon Architecture

Olá, como vai você?

Espero que esteja tudo bem! Nesse post vou falar das mudanças previstas para o Oragon Architecture nas próximas semanas. No post Oragon Architecture – A evolução e os novos desafios eu falo da evolução ao longo dos anos e do que pretendemos fazer focando no big picture do projeto. Agora é hora de especificar os detalhes que envolvem a construção do projeto. Enfim, transformar uma ideia em resultado, para isso é necessário planejar. Abaixo vamos abordar a estratégia de migração do Oragon Architecture. Espero que goste!

Oragon Architecture – Por que? Pra que?

Olá, tudo bom? Vou falar um pouco do meu projeto pessoal o Oragon Architecture. Se você me acompanha, sabe que falo bastante dele, e vou aproveitar para responder algumas perguntas que já me fizeram nos últimos dias.   Já fui questionado algumas vezes porque criar um framework de aplicação, uma arquitetura relativamente gorda, baseada em…

Roadmap de Arquitetura – Um exemplo real

As vezes sou questionado sobre meus desenhos de arquitetura e porque criar tantas abstrações, tanta configuração e tantas dependências e frameworks de terceiros, alguns que só eu e um tibetano conhecemos. No post Como definir Arquitetura de Software, cito quais são os pensamentos primários necessários para se desenhar um arquitetura, mas vamos aplicar isso a um…

Redis, MongoDB, RabbitMQ, Sentry e muito mais que o mundo Linux pode oferecer para aplicações .Net

Se você não conhece nenhuma dessas soluções, vou fazer um breve apanhado sobre as capacidades de cada uma delas. Redis ( http://redis.io/ ) Redis é um Key-Value Storage. Basicamente um tipo de NoSQL baseado em chave-valor. Nele armazenamos objetos complexos. É uma solução muito útil para cache, entre outras abordagens. Se você já usou SharedCache, Memcached, e outras…