Microsoft Virtual Academy – Microservices

Uma boa dica para quem quer conhecer MicroServices sob o ponto de vista da Microsoft é o MVA – Introdução à MicroServiços (em inglês). O conteúdo foi lançado dia 09/Junho e conta com os seguintes tópicos: Introdução a Arquiteturas de Serviço Introdução a Containers Azure Compute Platform e Conjuntos de escalabilidade de Máquinas Virtuais O que é…

MonolithFirst @ Fowler, artigo comentado

Olá pessoal, hoje vou falar um pouco sobre um padrão detalhado pelo Fowler meses depois da minha saída do iMusica. Por sinal, há algo de interessante com esse padrão, pois era algo que alguns membros do meu time reclamavam e consideravam um anti-pattern. Vou aproveitar esse post vou tentar usar uma linguagem ainda mais informal que a de praxe.

O nascimento dos padrões

Na real, uma máxima você não pode ter fora da sua cabeça:

Padrões são escritos por pessoas que interpretam situações, problemas e soluções recorrentes e resolvem escrever sobre o tema.

Um padrão nasce da observação de um grupo de pessoas ou projetos que fazem algo de uma determinada forma (parecida ou idêntica) e que chamam a atenção do observador. O observador identifica o “jeitão”, técnica ou solução para escrever sobre aquilo. Assim nasce um padrão.

Se você não entendeu as implicações disso, pense:

Windows Nano Server

Olá galera, tudo bom? Dessa vez vou falar um pouco do Windows Nano Server.

A nova Microsoft

Nos últimos anos vemos a Microsoft repensando sua estratégia de mercado e repensando seus produtos. É incrível ver como esse gigante está conseguindo se reposicionar de forma assertiva junto ao mercado e principalmente junto à comunidade. Mas nem tudo foi projetado para ser exatamente como vemos hoje. Na verdade, boa parte das ações que a Microsoft vem tomando são para beneficiar ela mesma, no entanto, nós da comunidade, hoje, compartilhamos muito mais interesses com a Microsoft do que no passado.

Apresentação Oragon Architecture

Olá,

como vai você? Bom, espero que nesse dia das mães não esteja enfurnado no computador. Bom, do meu lado a minha fica distante de mais, em muitos os sentidos, portanto, lá vamos nós!

Hoje não vou falar muito, vou compartilhar apenas uma apresentação que fiz sobre algumas features do Oragon Architecture. A maioria já é bem conhecida, mas algumas outras são novinhas. Abaixo temos a apresentação, espero que goste.

Microservices – Buzzword da vez

Olá, como vai você?

Bom, embora eu tenha citado Microservices nos posts Oragon Architecture – Application Hosting e Roadmap da Reestruturação do Oragon Architecture, acho que é hora de entrar um pouco no detalhe do que vem a ser este “novo velho mundo”.

Bom, às vésperas de lançar o projeto Oragon Aaron, onde encontramos o Oragon Architecture Application Server destinado a endereçar diversos aspectos de uma arquitetura baseada em microservices, li um artigo interessante de um pessoal que sigo há pouco tempo. O highscalability.com é um excelente site para quem quer estar antenado nas tendências de escalabilidade e cloud. Em 8/Abril saiu um artigo chamado “Microservices – Not A Free Lunch!” cujo pelo título já temos um overview do que vem pela frente de quem pretende usar esse desenho de arquitetura.