Sempre que fazemos um build de uma imagem docker, estamos criando novas layers a cada comando do dockerfile. A última layer de cada build é a layer que identifica aquela imagem, é sob ela que o Docker aplica a tag quando usamos o parâmetro -t {imagename:tagname}, para dar nomes semanticamente eficientes.

Abaixo trago um vídeo bem curtinho, gerado direto do powerpoint para ilustrar esse aspecto.

É só isso, a intenção é apenas ilustrar esse aspecto, facilitando o entendimento. Em breve esse vídeo estará incorporado a um vídeo maior que detalhará o processo de build.