WSO2 – Open Source SOA Suite

E você vai passando pelas empresas, vai ganhando experiência, acaba vendo problemas recorrentes e em algum momento pode passar o seguinte pensamento: Putz, esse problema aqui se resolveria de forma super simples com um API Manager, ou um ESB, e quem sabe essa infinidade de API’s de consulta poderiam ser criadas com uma ferramenta. Hoje vou falar um pouco de alguns produtos da WSO2.

Bom esses e muitos outros problemas endereçados no SOA são geralmente atendidos com soluções caras como Data Power, Integration Bus (ambos da IBM) e diversas outras soluções extremamente difundidas, mas caras! Seja IBM, Oracle, Microsoft, CA, inevitavelmente você irá esbarrar em custo, principalmente se você não tiver um bom orçamento para se jogar fora.

Details

Windows Subsystem for Linux – O que é?

Windows Subsystem for Linux Esse é o nome da recém lançada feature do Windows que permite executarmos pacotes e binários nativos do Linux em um ambiente Windows. A Microsoft está investindo pesado em Open Source e na interoperabilidade. As novidades surgem a cada dia, como o ASP.NET Core, já rodando em Linux e Mac OS, o SQL Server, já…

Details

Windows Server 2016 – Overview

Desde que a Microsoft passou da era Steve Ballmer para a era Satya Nadella encontramos uma nova Microsoft. Muito mais flexível, muito mais competitiva, muito mais livre, sem rótulos e/ou bandeiras, mais madura e por fim, uma Microsoft definitivamente mais atraente ao olhar do mercado e da comunidade. Os novos rumos com o Windows 10 já movimentaram…

Details

Windows Nano Server

Olá galera, tudo bom? Dessa vez vou falar um pouco do Windows Nano Server.

A nova Microsoft

Nos últimos anos vemos a Microsoft repensando sua estratégia de mercado e repensando seus produtos. É incrível ver como esse gigante está conseguindo se reposicionar de forma assertiva junto ao mercado e principalmente junto à comunidade. Mas nem tudo foi projetado para ser exatamente como vemos hoje. Na verdade, boa parte das ações que a Microsoft vem tomando são para beneficiar ela mesma, no entanto, nós da comunidade, hoje, compartilhamos muito mais interesses com a Microsoft do que no passado.

Details

WebAPI não é bala de prata

O tema

Pessoal, faz alguns dias que assisti um debate interessante e muito produtivo com o tema “Serviços na plataforma .NET: WCF ou WebAPI?”. Quem conduziu o debate foi a galera do AspNetCast‬, com a presença do Evilásaro Alves. Bom, não vou debater a respeito do cast que está aqui, minha intenção é debater sobre o assunto.

Deja-Vú

O ponto mais engraçado é que para uma grande parte da galera nova, e já trabalhei com um pessoal que pensa isso, WCF é algo totalmente desnecessário e irrelevante, em contrapartida WebAPI é a solução mais eficiente e eficaz para integrações e exposição de serviços.  Na cabeça deles, WCF é quase um elefante branco, desnecessário, over design, simplesmente too much. Eles traziam consigo o hype de que o WCF era tão grotesco e pré-histórico quando cobol.

Details

Video Tutorial – Nano Server no VirtualBox em 13 minutos

Video Tutorial

[box type=”warning”] 16/11/2015 Atenção, este post foi feito no momento do lançamento do Technical Preview 2. Estou trabalhando no Technical Preview 3 para poder gerar conteúdo e apresentar alguns detalhes de como configurar e usar o Nano Server no dia-a-dia.[/box]

No post Windows Nano Server falei um pouco sobre o Windows Nano Server , já no Tutorial – Windows Nano Server para o VirtualBox explico como criar o disco virtual de sua Virtual Machine. Nesse post eu quero demonstrar com um vídeo bem sucinto (12:36) como criar sua primeira máquina virtual com o Nano Server.

Details

Uma PoC de Sucesso

Esse post não tem o intuito de falar de boas práticas, de abordar padrões, técnicas mirabolantes, ou nada disso. É sobre fazer concessões para obter um resultado, levando em conta recursos disponíveis como know how, equipe e principalmente tempo. Parece familiar? Ok, mas também não é e nem passa perto de ser uma sugestão para você fazer algo que mereça ser colocado em produção. Estou aqui para falar de Provas de Conceito, PoC’s ou do inglês Proof of Concept e como consegui entregar uma porcaria extremamente funcional que encantou clientes.

Details

Uma parte do que você precisa saber sobre o Microsoft vNext

[EDITADO]

Olá, como vai você? Espero que esteja tão excitado com as novidades da Microsoft quanto eu, mas se não estiver, vou tentar mostrar um pouquinho da revolução que estamos vivendo em nossa plataforma.

Nessa semana rolou o TechEd North America 2014 e nele muita coisa legal foi apresentada. Aqui faço um compilado da história da plataforma e dos posts mais interessantes, da própria galera da Microsoft e da galera que esteve por lá conferindo as sessões!

Não perca!

Details

TypeScript + Classic ASP … Why not?

As vezes algumas limitações impostas por clientes, times de arquitetura e empresas atrapalham nossas vidas. Não é fácil, nos dias de hoje, se sentir confortável em desenvolver algo com ASP Clássico. ASP pode ser facilmente considerado o cobol da Web. Com TypeScript você pode usar os recursos de uma linguagem tipada e todos os recursos de uma linguagem extremamente poderosa, no velho ASP Clássico

Nesses muitos anos que passaram e diversos projetos, presenciei todo tipo de limitação: Frameworks antigos, Arquiteturas ultrapassadas, ferramentas ou softwares de apoio defasados, ou insuficientes, ojeriza a open source, enfim, todo o tipo de limitação que você possa imaginar, mas em 2015 ainda se começar projetos em ASP Clássico é demais?! Como a gente come código com farinha, lá em casa, seguimos em frente, dá para fazer coisas boas em qualquer plataforma.

Details

Tutorial – Windows Nano Server para o VirtualBox

[box type=”warning”] 16/11/2015 Atenção, este post foi feito no momento do lançamento do Technical Preview 2. Estou trabalhando no Technical Preview 3 para poder gerar conteúdo e apresentar alguns detalhes de como configurar e usar o Nano Server no dia-a-dia.[/box]

Olá pessoal, saem aos poucos alguns artigos a respeito do Windows Nano Server, mas ninguém fala nada a respeito do VirtualBox. Todos os testes que vi foram feitos a com o Hyper-V.

A primeira coisa que você precisa entender do Nano Server é: ELE NÃO POSSUI NENHUMA INTERFACE, NEM O CONSOLE! Isso significa que você precisa fazer tudo a partir de outra máquina. Eu tentei rodar o Nano Server diversas vezes, e depois de muito tempo descobri que na verdade já estava funcionando. A ausência do console me fez pensar que havia algo errado.

No post anterior eu falei do que seria o Nano Server, agora vamos criar um VHD para o Virtual Box.

Details

Todo WebDev deveria saber: Infraestrutura

Nós trabalhamos com projetos web, serviços, apis, conversamos e definimos soluções, desenhamos projetos pequenos, médios, mas e quando o bicho pega e você precisa de algo maior? Estar pronto para administrar e resolver problemas do dia-a-dia no desenvolvimento web, consiste em conhecer também infraestrutura. Você precisa conhecer com certo nível de profundidade tudo o que você usa, direta ou indiretamente para que possa tomar suas decisões. Pensando nisso, organizei nesse post alguns pontos referentes à infraestrutura que você não pode deixar de saber.

Details

Stack e Queue também são seus amigos

Olá, tudo bom com você? Espero que sim! Estou aqui para falar rapidamente de Pilhas e Filas. Bom, o C# possui no namespace System.Collections.Generic, duas classes genéricas, bem úteis, mas muito ignoradas: Stack<T> e Queue<T>. O que você precisa saber de Queues e Stacks: Queues implementas FIFO (First in, First Out), enquanto Stacks implementa LIFO (Last in, First Out). Métodos…

Details

SOLID

Olá,

bom, já temos conteúdo suficiente indexado pelo Google falando de SOLID. Minha intenção é criar um debate sobre SOLID e não definí-lo para você.

Single responsibility principle
Open/closed principle
Liskov substitution principle
Interface segregation principle
Dependency inversion principle

Ao longo desses muitos anos desenhando soluções tenho algumas dicas para facilitar a vida de quem está vendo S.O.L.I.D. pela primeira vez. Aos que já usam SOLID no dia-a-dia, é provável encontrar muitos que já se depararam com esses paradigmas em algum momento. Minha intenção é trazer à tona os problemas de interpretação, mostrar as minhas interpretações e evocar o bom senso para que possamos chegar a alguma conclusão satisfatória.

Details

Simplificando tudo

Esse é um post rápido, uma crítica a aqueles que querem sempre simplificar tudo, de forma indiscriminada, e no final criam frankensteins conceituais. A ideia que refuto é: Vamos implantar SCRUM, mas sem … pq não precisamos. Vamos usar RUP, mas sem… pq não é necessário. Vamos implementar SOA, mas vamos simplificar… pq é too much. Vamos…

Details